BLOG REDIRECTION

Sócios da Redirection falam ao estadão sobre o mercado saas

por Redirection
0 Comentários

Gabriel Loest e Adam Patterson, sócios da Redirection, falam sobre o mercado SaaS e o movimento de consolidação no setor.

Por: Rebeca Soares - Estadão

Conhecidas pelo termo SaaS, empresas de tecnologia que constroem softwares utilizados como serviços estão marcando presença no mercado brasileiro. Embora o cenário doméstico ainda seja bastante diferente do americano com as gigantes Microsoft (MSFT34) e Amazon (AMZO34), o valor total do IPO de companhias do segmento na B3 chegou a R$ 10,2 bilhões do início de 2020 até julho deste ano, segundo dados da B3.

Diferente de empresas que são facilmente comparáveis, o segmento de tecnologia é bastante diverso e pode se integrar a ecossistemas como os de educação, financeiro e varejo. Por conta das diferentes atuações e propostas, muitos investidores e até analistas ainda enfrentam desafios para encontrar as melhores metodologias para avaliar e projetar expectativas.

Porém, entre as doze empresas do segmento que fizeram IPO em 2020 e 2021, sete estão com as ações negativas desde a abertura de capital.

Há um índice internacional, o SEG SaaS, que é composto por 100 empresas de capital aberto que oferecem principalmente soluções por meio da nuvem ou um modelo baseado em assinatura ou transação. O indicador teve valorização de 66% em 2020 por conta do impulso do ecossistema tecnológico durante a pandemia, ultrapassando o S&P 500 e o próprio Nasdaq, que cresceram no mesmo período 16,3% e 43,6%, respectivamente.

Embora tenha continuado superior até fevereiro deste ano, com a recuperação dos danos da pandemia, o índice cresce apenas 0,9% em 2021, contra 17% do S&P 500 e 13,8% do Nasdaq, de acordo com os dados mais atualizados, fechados em julho.

Cristian Faria, analista de equity de tecnologia da Itaú Research, explica que a pandemia tornou mais clara a necessidade dos investimentos em tecnologia. Ao ver as grandes empresas americanas do setor  crescendo, observou-se a pouca oferta de opções do tipo no mercado nacional e os brasileiros passaram a buscar investir diretamente nas empresas listadas na Nasdaq. “As empresas brasileiras de capital fechado viram a chance e começaram a fazer seus IPOs. Esse fluxo trouxe oportunidades boas e ruins. Por enquanto, ainda estamos aprendendo a separar o joio do trigo”, destaca.

Para o analista, a performance negativa das empresas no ano acontece porque são recentes no mercado. Os investidores ainda estão conhecendo histórico, gestão e desenvolvimento. Faria salienta que é normal ver investidores se frustrando com os resultados porque esse tipo de empreendimento demora a dar lucro. “As empresas precisam provar a eficiência do modelo de negócio, o que nem sempre acontece, resultado até no fechamento de capital precoce”.

Além das empresas físicas que passaram pelo processo de digitalização, a Genial Investimentos classifica o setor de tecnologia entre aquelas que desenvolvem soluções, como a Locaweb (LWSA3) e Totvs (TOTS3); e as empresas que nasceram no digital, Méliuz (CASH3), Mosaico (MOSI3), Bemobi (BMOB3) e Enjoei (ENJU3).

Para o time de analistas da Genial, o papel de destaque do setor é o CASH3, com preço-alvo de R$55. O analista da Itaú Research destaca Totvs e Locaweb.

Entre as companhias americanas de SaaS com BDR disponíveis na Bolsa brasileira, a consultoria The Motley Fool destaca Microsoft (MSFT34), Adobe (ADBE34) e Splunk (S1PL34).

Software e M&A

Além da abertura capital, as movimentações de fusão e aquisição (M&A) no setor de serviços de tecnologia em outros setores têm alavancado o mercado. Gabriel Loest Cardoso, sócio da Redirection, consultoria especializada em assessoria de Fusões & Aquisições, explica que essas transações permitem aos clientes reduzir custos na manutenção de grandes estruturas de TI, proporcionando economia, agilidade e ótimos serviços.

“Em contrapartida, o modelo faz com que empresas de software possuam receitas recorrentes, proporcionando previsibilidade em seus fluxos de caixa, permitindo um maior grau de assertividade em seus processos orçamentários e de planejamento para novos investimentos”, comenta.

De acordo com levantamento da Redirection a partir do números da ICD Brasil, o mercado de software cresceu 30% em 2020, atingindo a receita de US$ 8,15 bilhões, enquanto o mercado de cloud (que inclui SaaS) movimentou US$ 3,02 bilhões.

Segundo Adam Patterson, também sócio da Redirection, um dos maiores benefícios de investir no segmento é a previsibilidade e recorrência da receita. “Como o futuro é cada vez mais tecnológico para todas as empresas, a mudança para a transformação digital e convergência tecnológica, assim aquisições de SaaS ajudam as empresas a se alinharem com as tendências de mercado e processos digitais”, ressalta.

Leia mais em: Estadão

Caso tenham interesse em conhecer melhor o setor, suas tendências e movimentação em Fusões e Aquisições, baixe nosso relatório nesse link: SaaS


New call-to-action

fusão e aquisição redirection m&a ti saas

Redirection

Redirection

Especialista em assessoria de transações nacionais e internacionais de Fusões & Aquisições para empresas do Middle Market.

New call-to-action
done-icon.png
Converse com um de nossos especialistas
Agende um horário